Certificação Java

Ajude a melhorar o Javascript – 2017 JavaScript Ecosystem Survey


O Javascript ainda é uma das maiores comunidades e ecossistemas de desenvolvimento de software no mundo, e as empresas JS Foundation, Node.js Foundation, npm estão trabalhando firme para sempre melhorar as ferramentas e plataformas.

Você pode contribuir respondendo o questionário compartilhando seus pensamentos, ponto de vista, dores em um formulário que leva 10 minutos para ser preenchido.
Clique aqui e contribua para um JS melhor: https://goo.gl/K8JUEt


Cada um administre aos outros o dom como o recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus. 1 Pedro 4:10

Anúncios

Object Assign – Javascript #1

Um dos métodos úteis da versão do ECMAScript 2015 (aka ES6) é  o método Object.assign(), com ele conseguimos copiar valores de propriedades de N objetos de origem para um objeto de destino.

A sintaxe é baseada em 2 parâmetros.

Object.assign(destino, ...origens)

Onde o primeiro parâmetro é o objeto de destino e o segundo é um array com as propriedades de objetos de origem.

Segue um exemplo de uso.

var o1 = { a: 1 };
var o2 = { b: 2 };
var o3 = { c: 3 };

var obj = Object.assign(o1, o2, o3);
console.log(obj); // { a: 1, b: 2, c: 3 }
console.log(o1);  // { a: 1, b: 2, c: 3 }

O bacana é a possibilidade de atrelar propriedades massivas em seu objeto.

Também é possível o uso do Object.assign() para clonar um objeto.

var obj = { a: 1 };

var copy = Object.assign({}, obj);

obj.a = 2;

console.log(copy, obj); 

/* 
Imprimirá 

[object Object] {
  a: 1
}
[object Object] {
  a: 2
}
*/

Detalhe importante : No IE 11 o método Object.assign não irá funcionar, para isso é possível usar alguns polyfills disponíveis em mercado. https://babeljs.io/docs/plugins/transform-object-assign/


Eu sararei a sua infidelidade, eu voluntariamente os amarei; porque a minha ira se apartou deles. Oséias 14:4

PoCs com a Blockchain da Ethereum

Nesse post venho compartilhar um pouco da minha experiência com PoCs que realizei com a Blockchain da Ethereum nos últimos dias, eu já tinha trabalhado com Ethereum 12 meses atrás onde tive uma certa “tranquilidade” em fazer alguns testes com Smart Contracts  na TestNet. A TestNet nada mais é que uma rede de Blockchain da Ethereum onde a comunidade aceita que os dados são para fins de teste. Entenda um pouco da diferença entre os ambientes da TestNet e Produtivo neste link : http://bit.ly/2jPf8RI

Das Blockchains disponíveis no mercado, a Ethereum de longe é a com mais documentação, e quando eu digo a com “mais documentação” não é só em questão de quantidade, mas sim qualidade, principalmente quando falamos da linguagem de programação para os contratos (tão falados e que citei acima, osSmart Contracts), o Solidity. O Solidity é uma linguagem alto nível baseada em contratos Blockchain, a sintaxe da linguagem foi influenciada por outras linguagens famosas de mercado como Python, C++, Javascript e ela foi desenhada para a EVM (Ethereum Virtual Machine).

Segue um exemplo de um Smart Contract voltada para uma nova moeda qualquer de exemplo.

Basicamente temos um balanço do saldo do usuário referente à “Redcoin” e uma função que transfere a moeda de uma Wallet para outra. Existe algo mais pragmático que isso ? Quem já tem familiaridades com outras linguagens de programação se adapta facilmente as famosas dApps (Decentralized Apps).

Entenda um pouco mais da ethereum no link: https://www.ethereum.org/crowdsale


Quem pode entender os seus erros? Expurga-me tu dos que me são ocultos. Salmos 19:12

 

Ampps – Uma stack alternativa para desenvolver PHP

Para quem está acostumado com as stacks de desenvolvimento Wamp, Lamp, Mamp e até a cross-platform XAMPP,  existe também a stack Ampps, que possui muito mais serviços embutidos dentro de sua stack.amppsAlém das ferramentas tradicionais, o Ampps possui linguagem Python e MongoDB. Com apenas uma única instalação você tem de maneira fácil tudo rodando em sua máquina, pronto para rodar ou desenvolvedor produtos que usufruem dessas tecnologias.

Vale a pena dar uma conferida em: http://www.ampps.com/


Isto se escreverá para a geração futura; e o povo que se criar louvará ao Senhor. Salmos 102:18

Gerando ícones para seus sites/web apps


Você sabia que não é necessário ter um aplicativo para que seu usuário tenha um ícone de sua aplicação?

Existe algumas tags em HTML onde é possível estabelecer ícones para quando o usuário escolher adicionar seu site/web app na home screen de seu aparelho.

Veja o exemplo:

  <link rel="apple-touch-icon" href="ios/AppIcon.appiconset/Icon-60@2x.png" />
  <link rel="apple-touch-icon" sizes="180x180" href="ios/AppIcon.appiconset/Icon-60@3x.png" />
  <link rel="apple-touch-icon" sizes="76x76" href="ios/AppIcon.appiconset/Icon-76.png" />
  <link rel="apple-touch-icon" sizes="152x152" href="ios/AppIcon.appiconset/Icon-76@2x.png" />
  <link rel="apple-touch-icon" sizes="58x58" href="ios/AppIcon.appiconset/Icon-Small@2x.png" />

São 5 tipos de imagens:

  • 120×120 – iPhones com iOS 7 / 8 (2x; para iPhone 5, 5s and 6)
  • 180×180 – iPhone com iOS 7 / 8 (3x  para iPhone 6 Plus)
  • 76×76 – iPads com iOS 7 / 8 (1x; para iPad 2)
  • 152×152 – iPads com iOS 7 / 8 (2x; para iPad 3, 4, Air e Mini)
  • 58×58 – Dispositivos android

Depois de definido as tags na dentro da tag <head/>  e publicar o aplicativo, basta adicionar seu site/web-app na home screen de seu dispositivo

img_2535


Ninguém te poderá resistir, todos os dias da tua vida; como fui com Moisés, assim serei contigo; não te deixarei nem te desampararei. Josué 1:5

Início leitura – Introdução e boas práticas em UX Design

ux-user-experience-featured_large
Nessa semana comecei a ler o livro do Fabrício Teixeira, sobre UX Design, já faz um tempo que eu estava com interesse em explorar esse assunto tão importante dentro da “cadeia” de desenvolvimento de software.

De que adianta ter uma plataforma com um backend rodando maravilhosamente e ter um frontend que o usuário não sabe que botão apertar ?

Por essas e por outras que inicio essa jornada.

Para quem tem interesse no livro, segue o link: https://www.casadocodigo.com.br/products/livro-ux-user-experience


E, aproximando-se Jesus, tocou-lhes, e disse: Levantai-vos, e não tenhais medo. Mateus 17:7

Usando componentes do Material Design na Web com Muicss

Uma dica caso você queira usar componentes do Android (Material Design) em suas páginas web.

https://www.muicss.com/

É possível usar tanto em frameworks JS como o React e o Angular, bem como em HTML/CSS puro.

2016-11-28_1801


Afasta de mim a vaidade e a palavra mentirosa; não me dês nem a pobreza nem a riqueza; mantém-me do pão da minha porção de costume; Provérbios 30:8